Curta a página do Parque do Capetinga noFacebook
Open
X

Projetos.

- Proteção das nascentes e matas de galeria

Plantio de espécies nativas do Cerrado nas nascentes e matas de galeria do Córrego Mingau, do Poço Azu, e da vereda do Ludogero. Foram plantados 1.100 pés de buritis e 1.000 pés de gariroba, além de outras espécies nativas como aroeira, ipê, anjico, piqui e ingá.

- Frutos do cerrado

Foi iniciada em março de 2010 a implantação do projeto de agroextrativismo no entorno do Parque do Capetinga. O projeto consiste no plantio pelo sistema de covas implantadas no meio do cerrado, com espaçamento de 6 metros entre uma e outra. As espécies foram escolhidas de acordo com o habitat natural de cada espécie.

O projeto está sendo implantado em três glebas. A primeira, numa área de 60 hectares localizada na divisa com o assentamento vizinho (PA Mingau) recebeu as seguintes espécies: Mangaba = 42; Baru = 36; Piqui = 35; Cagaita = 29; Murici = 29; Cajá = 27; Jatobá = 18; Araticum = 16; Jenipapo = 10; Pitomba = 8; Mama Cadela = 4; Caju = 2.

A segunda está localizada ao longo do córrego Mingau: Murici – 81; Aroeiras – 69; Jatobá – 62; Anjico – 63; Cajuí – 62; Ingá – 44; Mangaba – 64; Cagaita – 88; Piqui – 57; Cajazinho – 89; Mogno – 141; Ipe -113; Cedro – 24; Tamboril – 1. A terceira área de plantio de frutas e árvores nativas do Cerrado é ao longo da nascente do Poço Azul: Ingá – 50; Aroeira – 122 ; Murici – 50; Mangab a – 50; Piqui – 50; e Tamboril – 21.

- Caminhada de São Tiago ao Muquém

Projeto de formatação de roteiro de turismo religioso e ecológico. Atualmente um grupo de guias refaz o trajeto dos romeiros que seguiam a pé ou em lombo de burros de São João d’Aliança até o santuário de Nossa Senhora da Abadia na localidade do Muquém (Niquelândia), percorrendo 140 km no meio do Cerrado.

Deixe uma resposta

UA-31649341-1